Card image cap

DIA 05 DE MAIO – COMEMORAÇÃO AO DIA DO CAMPO

05/05/2021 | Noticias


No dia 05 de maio é comemorado o Dia do Campo, e a Prefeitura Municipal de Divinópolis do Tocantins visa comemorar essa data objetivando a conscientização a população sobre a importância da adoção de práticas sustentáveis no campo. Essa temática é de extrema importância tendo em vista que, otrabalho no campo é uma ótima fonte de empregos, que geram renda e riqueza ao país, ademais, refere-se a uma atividade de exploração dos recursos naturais.

 

Nesse sentido, destaca-se a relevância da agricultura sustentável que pode ser definida como uma parte do desenvolvimento econômico que leva em consideração os aspectos relacionados com o bem estar da sociedade e com os ecossistemas locais. Um ponto fundamental no entendimento da agricultura sustentável é que na sua essência econômica pesam muito os fatores sociais e ambientais, mas acima de tudo, o respeito por todas as formas de vida.

 

É preciso substituir os atuais sistemas de produção agrícola, que se caracterizam pela preparação intensiva e exposição do solo nu à chuva e ao sol, por sistemas sustentáveis de produção.Neste contexto o plantio direto, baseado na cobertura permanente do solo com resíduos orgânicos é considerado como uma prática mais eficiente no controle da erosão, diminuindo em aproximadamente 10 vezes as perdas de solo quando comparado ao plantio convencional.

 

Destaca-se ainda as seguintes práticas sustentáveis, como estratégias que podem trazer mais sustentabilidade aos negócios do campo, trazendo mais eficiência e durabilidade, como: controle de pestes por vias naturais, uso de fontes de energias renováveis, criação de sistemas de captação de águas das chuvas, adubação verde, compostagem, recuperação de pastagens.

 

Quando utilizado de forma correta, o manejo sustentável causa diversos efeitos positivos nos âmbitos social, ambiental e econômico. Entre as vantagens do social, estão a geração de empregos para a comunidade local e a produção de alimentos mais baratos pra toda a população, que é cada vez mais urbana e depende das poucas pessoas que permanecem na zona rural; no ambiental, esse tipo de produção não irá degradar o meio ambiente, como acontecia no passado quando produzia-se e abandonava-se a área e ia para uma nova, maior produtividade em uma área, respeitando o ambiente, não degradando o solo, não poluindo a água e não causando danos a biodiversidade; e econômico, pois gera-se emprego e renda para os empreendedores rurais, desde do pequeno ao grande produtor.